top of page
  • Foto do escritorFundação Beneficente Lucas Araújo

Celebração da vida marca comemoração dos 115 anos de Maria Domingas Vaz de Lima


Idosa atendida pela Fundação Beneficente Lucas Araújo celebrou mais um ano de vida junto aos amigos e colegas


O filósofo suíço Henri Amiel dizia que saber envelhecer é a grande sabedoria da vida. A mensagem foi utilizada na lembrança pela passagem dos 115 anos da senhora Maria Domingas Vaz de Lima. A festa, recheada de emoção e alegria, aconteceu na tarde deste sábado (16/08) na Instituição de Longa Permanência São José e João XXIII, mantida pela Fundação Beneficente Lucas Araújo.


Antes da confraternização, os presentes participaram de uma missa, presidida pelo Pe. Paulo Augusto Farina. Em sua fala, ele enalteceu a alegria de viver de Maria Domingas e destacou a felicidade da aniversariante ter nascido no dia 15 de agosto, data celebrada pela Igreja Católica como o dia da Assunção de Maria aos céus. “Hoje celebramos a alegria da existência. Assim como Maria, mãe de Jesus, Maria Domingas vive a alegria e a fé em Cristo, passando os dias com amor e esperança”, disse.


O Arcebispo da Arquidiocese de Passo Fundo, Dom Antônio Carlos Altieri também esteve presente no evento. Para ele, tantos anos de vida representam o bem querer de Deus. “Completar 115 anos é um fato notável. Mesmo carregando a cruz, que é dada a cada um, mas sempre com a esperança de que na eternidade tudo será belo e de paz”, destacou, ressaltando a importância de cada um dos funcionários e colaboradores que ultrapassam os desafios, trabalhando pela fraternidade.


Dia de festa


Segundo informações não oficiais, Domingas é a mulher mais idosa do Brasil e a 5ª do mundo. De acordo com Luiz Costella, diretor da Entidade, o dia foi de festa para a aniversariante e também para toda a equipe que diariamente trabalha para proporcionar qualidade de vida aos atendidos. “Este é de fato um dia de festa para toda a equipe da Fundação. Somos abençoados por poder ter a oportunidade de conviver com a Domingas”, pontuou.


Essa opinião é compartilhada pela coordenadora da ILPI Irmã Carmela Casanova. Para ela, Domingas é exemplo de bem viver e envelhecer. “Agradecemos pela longa e preciosa vida dela e a sua presença é presente para todos aqui na Fundação. Agradecemos o carinho, a alegria e o que ela significa para cada pessoa aqui”, observou.



1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

コメント


Como Ajudar

Faça parte da rede de solidariedade da Fundação Beneficente Lucas Araújo. Você pode colaborar de diversas formas: doando dinheiro, sendo voluntário, ou doando materiais e alimentos. Escolha a forma que mais combina com você e ajude a transformar vidas. Clique no botão abaixo e saiba mais.

bottom of page