top of page
  • Foto do escritorFundação Beneficente Lucas Araújo

Fundação Lucas Araújo recebe concentrador de oxigênio do Rotary Club de Passo Fundo



A Fundação Lucas Araújo e o Rotary Club Passo Fundo têm uma parceria de longa data. Há mais de duas décadas, ações sociais auxiliam a Entidade na manutenção e melhoria das atividades desenvolvidas tanto na ILPI São José e São João XXII, quanto no Lar da Menina Pe. Paulo Farina. Nesta quinta-feira, 13, dando sequência à parceria, a equipe entregou um concentrador de oxigênio para a Fundação. O equipamento ajudará aos idosos que necessitam de oxigenação suplementar.


A entrega foi feita na sede da ILPI e contou com a presença da coordenadora Geral, Irmã Carmela Casanova, da equipe administrativa e do diretor, Luiz Costella, além dos membros do Rotary Clube Planalto Médio e Rotary Distrito 4700.


Para o presidente em exercício do Rotary, Ricardo Quevedo Melo, o trabalho feito junto à Fundação tem uma história consolidada e toda a equipe atua para pensar projetos que possam beneficiar a Entidade. “O Rotary está sempre trabalhando para ajudar a comunidade e uma das formas é ouvir a comunidade para saber quais as necessidades reais. Ao saber que a Fundação necessitava desse equipamento, o clube se reuniu, montou projeto e conseguiu a aquisição. Temos certeza que ele será bem usado e que fará a diferença na vida dos idosos atendidos na casa”, destacou.


O diretor da Fundação agradeceu a doação e ressaltou que o equipamento ajudará no atendimento aos idosos. “O Rotary é nosso parceiro há muitos anos e diversas campanhas já ajudaram muito o trabalho realizado aqui. São ações que permitem mais qualidade de vida, segurança e bem-estar daqueles que precisam de mais cuidado. Tanto a Fundação, quanto o Rotary tem, na sua essência, o compromisso na execução de projetos que promovem o bem”, pontuou Luiz Costella.


O equipamento


O concentrador de oxigênio é utilizado por quem precisa de oxigenação suplementar e funciona a partir do ambiente. De maneira resumida, ele inicia pela entrada do ar do ambiente no aparelho, seguindo pela passagem por um filtro de partículas, bactérias e vírus. Depois disso, o ar passa por um compressor rotativo movido a energia elétrica e, em seguida, por um filtro, responsável por absorver o nitrogênio do ar a mbiente. Por fim, o oxigênio vai para um reservatório e, depois, para um fluxômetro, onde é possível controlar a quantidade que será fornecida ao paciente.


A aplicação e manutenção, feitas de acordo com prescrição médica, é ministrada por profissionais capacitados.




0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

コメント


Como Ajudar

Faça parte da rede de solidariedade da Fundação Beneficente Lucas Araújo. Você pode colaborar de diversas formas: doando dinheiro, sendo voluntário, ou doando materiais e alimentos. Escolha a forma que mais combina com você e ajude a transformar vidas. Clique no botão abaixo e saiba mais.

bottom of page