top of page
  • Foto do escritorFundação Beneficente Lucas Araújo

Produção de horta orgânica complementa cerca de 300 refeições diárias



Funcionários, idosos e meninas que frequentam o Lar da Menina e a Instituição de Longa Permanência (ILPI) - ambas frentes de trabalho da Fundação Beneficente Lucas Araújo - são beneficiados diariamente com a utilização de alimentos orgânicos produzidos nas próprias dependências da Entidade. Cerca de 300 refeições diárias são complementadas pelas verduras e legumes oriundos desse trabalho.


De acordo com Nilziane Bairros, nutricionista da Fundação, o cultivo da horta é fundamental, pois, por meio dela, diversos legumes e verduras são ofertados às meninas, idosos e funcionários. “Além de um bom custo benefício, a horta contribui ao consumo regular e consciente de alimentos indispensáveis para a saúde. A produtividade depende da questão climática e da época de cultivo, sendo cultivados principalmente vegetais como alface, repolho, abobrinha, rúcula, beterraba, cenoura, brócolis, radite e espinafre, além de morango, temperos, chás e até flores comestíveis.


César, colaborador responsável pelo cuidado e manejo, exibe com orgulho a produção de melancia e melão. Tendo nascido e sido criado no interior, demonstra grande satisfação e felicidade em trabalhar com o cultivo de alimentos diretamente na terra, trabalho que exerce a cinco anos junto à Fundação.


Para o diretor da Fundação, Luiz Costella, a hora atua para ajudar a cumprir o objetivo social de trazer o trabalhador para desempenhar uma função em que é capaz de se ver como parte de um processo de objetivo coletivo e individual abrangente. “Neste contexto, nota-se que a horta contribui à promoção de uma alimentação conectada com as estações do ano, auxiliando no controle e aporte nutricional das refeições durante o ano todo. Ainda, cabe destacar que o impacto ambiental é praticamente inexistente, pois nesse formato a logística de produção, colheita e distribuição dispensa transportes”, disse.


A horta representa uma relevante ferramenta de aprendizado sobre temáticas como alimentação saudável e técnicas de cultivo, ressaltando a importância do trabalho em contato com a natureza e de seus resultados que beneficiam pessoas indiretamente ligadas a este. “Isto é, os produtos finais obtidos e posteriormente consumidos beneficiam em termos de saúde e de consciência ambiental todas as pessoas mencionadas. Ainda, mais especificamente sobre os aspectos envolvidos no cultivo, envolvem momentos que proporcionam interação com a natureza e fortalecimento de vínculos”, finaliza Nilziane.




1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


Como Ajudar

Faça parte da rede de solidariedade da Fundação Beneficente Lucas Araújo. Você pode colaborar de diversas formas: doando dinheiro, sendo voluntário, ou doando materiais e alimentos. Escolha a forma que mais combina com você e ajude a transformar vidas. Clique no botão abaixo e saiba mais.

bottom of page