top of page
  • Foto do escritorFundação Beneficente Lucas Araújo

Tem novidade: Fundação Lucas Araújo amplia atendimentos e inscreve crianças a partir dos 4 anos



Com a resolução complementar, o Lar da Menina também fará o atendimento de meninos nesta faixa etária


Por meio do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, a Fundação Beneficente Lucas Araújo desenvolve, junto ao Lar da Menina Pe. Paulo Farina, um serviço socioassistencial. Buscando ampliar a sua atuação, a Entidade, após aprovação do Conselho Deliberativo, elaborou uma resolução que altera o atendimento, ampliando o atendimento também para meninos, na faixa etária de 4 até 6 anos. As inscrições estão abertas, com vagas limitadas. Informações podem ser obtidas pelo telefone (54) 3313-2775.


A resolução complementar institui as normas que regulamentam o atendimento, abrindo vagas para crianças na faixa etária dos 4 anos completos até 31 de março de 2022, aos 6 anos, para atividades no turno inverso ao escolar. De acordo com o diretor da Fundação, Luiz Costella, a medida atende uma demanda que já vinha da comunidade. Após estudos e adequações para que a mudança pudesse ser efetivada, a Entidade já está recebendo inscrições. “Essa era uma demanda que já estava em nossas discussões, mas que precisava ser organizada para que o serviço de fortalecimento de vínculos, feito pela Entidade, pudesse seguir cumprindo com os seus objetivos. Agora, o Lar amplia os atendimentos e vai poder atender mais crianças, auxiliando tantas famílias que precisam”, frisou.


Requisitos


Para ingressar no Lar, a exemplo de como já ocorre, os novos atendidos terão que cumprir alguns requisitos. Entre eles, são considerados a renda bruta familiar, o número de pessoas do Grupo Familiar e a vulnerabilidade socioeconômica.


O atendimento será concedido às crianças, meninas e meninos, na faixa de 4 anos completos, a 6 anos, cuja família seja usuária da política de assistência social, uma vez que a Fundação presta serviços e realiza ações socioassistenciais, de forma gratuita, continuada, permanente e planejada, para os usuários e para quem dela necessitar, sem discriminação, observada na Lei Orgânica da Assistência Social (Lei nº 8.742, de 7 de dezembro de 1993).

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

コメント


Como Ajudar

Faça parte da rede de solidariedade da Fundação Beneficente Lucas Araújo. Você pode colaborar de diversas formas: doando dinheiro, sendo voluntário, ou doando materiais e alimentos. Escolha a forma que mais combina com você e ajude a transformar vidas. Clique no botão abaixo e saiba mais.

bottom of page